a semana de moda em londres.

Primeiro Nova Iorque, agora Londres. A capital inglesa foi o último palco onde se apresentaram as tendências da primavera/verão e onde, mais uma vez, houve uma desfile de várias personalidades da área - e não só - que se fizeram acompanhar do seu estilo irrepreensível. O street style é diferente em Londres, o contraste com o céu cinzento e com a arquitectura mais robusta dão-lhe outro encanto, outra profundidade. Na passerele fez-se um resumo daquilo que que vamos ver nas prateleiras na próxima primavera. Houve tendência para tons mais escuros como o azul marinho e o preto, as riscas assumiram-se com o padrão da estação e de certeza que vamos ver cores como o amarelo em todo o lado.
Burberry foi quem mais me cativou. Fiquei rendida às peças fluídas, acetinadas e de inspiração lingerie. Adorei os clássicos trench coats modificados, as riscas, a mistura de padrões e as rendas. Outro ponto alto foram ainda os acessórios e a paleta de cores a lembrar as estações mais frias. A Topshop Unique também me convenceu pela sensualidade descomprometida e pela vibe anos 90 muito jovem e cool. A fã de riscas aqui também não podia ignorar a colecção da Mulberry que apostou também maioritariamente nos tons mais escuros apesar de ter terminado numa explosão de cor. Erdem trouxe-nos a era vitoriana marcada pelas rendas, pelas laçadas e pelos estampados românticos. Isto foi o melhor que se viu em Londres, a próxima paragem é Milão.
Bulberry
TopShop Unique
Mulberry
Erdem
Versus Versace

Share:

1 Comentários